Conheça Anderson Cassimiro, premiado produtor de elenco mineiro e agente de atores – que descobriu Erika Januza, entre outros – e vem ganhando cada destaque no mercado nacional

 Conheça Anderson Cassimiro, premiado produtor de elenco mineiro e agente de atores – que descobriu Erika Januza, entre outros – e vem ganhando cada destaque no mercado nacional

O ‘olheiro’ começou do zero, já recebeu o Prêmio Globo de Entretenimento na categoria ‘Melhor Pesquisa e Produção de Elenco’, e se destaca como um dos principais produtores de elenco do país com trabalhos na TV, no cinema e na publicidade.

Há quem diga que existem personagens que nasceram para um ator. A relação é quase de almas gêmeas, porém em uma alma só. Esta é uma das funções de Anderson Cassimiro: fazer o casamento perfeito entre talentos que ainda não foram descobertos e personagens que precisam de um intérprete para saírem do papel. O olheiro, que mais tarde também assumiu a função de agente de atores, já foi premiado na categoria “Melhor Pesquisa e Produção de Elenco” no Prêmio Globo de Entretenimento pela série “Subúrbia”, que revelou a atriz Erika Januza para todo o país.

Por: Fábio Gomides Fotos Anderson Cassimiro: Luca Oliva

Mineiro de apenas 44 anos, Anderson residiu em Belo Horizonte, durante 20 anos, e desenvolveu uma marca e identidade em Minas Gerais, até que chegou o momento de expandir os horizontes, levando-o para o Rio de Janeiro.  Assume seu trabalho como sua grande paixão, e está envolvido nele a todo momento: “Essa é a minha vocação: identificar talento, carisma e star quality em um dia comum de meio de semana, na sutileza de um sorriso, na eloquência e naturalidade de um papo informal. O meu processo de pesquisa é muito intenso. Por conta disso, minha atuação é diária, seja numa estação de metrô, num evento social, aeroporto, praia… Para buscar talentos exige paciência e dedicação. Estar atento a cada oportunidade e ter um olho clínico para o talento. Sou um observador de pessoas e adoro estudá-las. O meu berço profissional foi em BH, onde movimento todo o mercado mineiro, buscando talentos em todas as áreas. BH me trouxe uma profissão que abracei com amor, e hoje mais do que nunca procuro dar esse retorno aos mineiros fomentando o trabalho lançando talentos de todas as idades (infantil, adolescentes, adultos e maior idade), e acima de tudo eu contribuo com a minha empresa para a movimentação da economia uma vez que tenho uma equipe que me acompanha”

Virada de chave e sequência de trabalhos na Globo

Dono de sua própria empresa de agenciamento, Anderson começou do zero em BH em um mercado muito competitivo, e destaca este como o momento mais difícil de sua carreira. Mas logo teve sua grande virada, justamente em “Subúrbia”, seu trabalho que foi o divisor de águas na carreira, e consequentemente o mais premiado. Escrita e dirigida por Luiz Fernando Carvalho, a minissérie revelou como protagonista a mineira Erika Januza, natural de Contagem, descoberta por Anderson em testes por todo o estado de Minas, com mais de 2.500 candidatas.

Por meio deste trabalho, estreitou laços com a Rede Globo e adicionou ao currículo pesquisas de elenco para produções como “Meu Pedacinho de Chão”, “Malhação”, “O Canto da Sereia”, “Dois Irmãos”, “Em Família” e “Velho Chico”.

Após a ampla atuação nacional, sediou sua empresa no Rio de Janeiro, com intuito de continuar expandindo seu negócio e fomentar a arte através de novos talentos. A partir disso, o seu volume de trabalhos na capital mineira aumentou, onde mensalmente vem para a realização de testes e audições para o mercado publicitário, cinema e também para a TV. “Tenho muito orgulho de ter conquistado um respeito dos mineiros, onde comecei a minha carreira, e Minas possui inúmeros talentos incríveis a serem descobertos. A minha gratidão por Minas Gerais é enorme!”

No cinema, consolidou sua carreira fazendo pesquisa de elenco para os longas-metragens “Pelé”, “O Candidato Honesto” e “Pixinguinha – Um Homem Carinhoso.”

“A melhor fase pranmim é sempre o atual momento, pois, ou você está vencendo ou está aprendendo com os desafios. A minha palavra de todos os dias é gratidão. A gratidão move a minha vida por 24 horas. Nunca imaginei chegar onde estou hoje, venho de família simples, do nordeste de Minas, tenho uma história de superação e me espelho na batalha dos meus pais para dar a mim e aos meus irmãos uma boa formação e valores éticos e familiares”, diz ele.

TV x Netflix

A mídia de modo geral está se reinventando. A geração que se movia apenas pelas telenovelas e séries das grandes emissoras ficou para trás, dando grande espaço ao streaming. Anderson vê o fato como uma oportunidade para revelar novos talentos uma vez que as possibilidades se expandiram. “Com a chegada das plataformas de streaming, e outros canais fechados de TV, o mercado do audiovisual veio para dar uma crescente guinada”, e completa falando sobre os impactos em seu próprio trabalho: “em nosso escritório temos muitas demandas com relação à seleção de elenco para as plataformas de streaming. Vários atores estão sendo lançados nestas plataformas e já existem àqueles que até já estão priorizando esses trabalhos. Novos produtos estão sendo exibidos, gerando grande visibilidade e oportunidades para todos”, afirma.

Sobre o reconhecimento de talentos para os novos meios, o olheiro diz não mudar. “A busca é a mesma! Não muda em nada. O que importa é o talento (ator ou modelo) fazer um bom trabalho, e se o trabalho é bem feito, com certeza, ele será visto e contactado para outros produtos, em outros veículos de comunicação”.

Grandes descobertas

A empresa Anderson Cassimiro Casting e Agenciamento de Atores, não se limita ao Brasil e possui um casting de atores e modelos por aqui e no exterior, todos voltados ao mercado audiovisual e da mídia impressa. Alguns destes são uma seleção exclusiva de Anderson, as grandes apostas da empresa. Para estes, é feita gestão de carreira e acompanhamento, além de cursos de aprimoramento, fonoaudiologia, imagem e toda a preparação para o mercado a médio e longo prazo: “Temos parceiros sólidos em BH, uma delas é a fonoaudióloga Ana Maria Parizzi, que desenolve um trabalho com os nossos atores e modelos, para cuidar da voz e prepará-los para testes. Também possuímos uma turma num curso de teatro ministrado pela atriz Mariana Bizzoto, com atores infantis e adultos, onde existe toda uma preparação com estudos desses atores para os trabalhos que virão a acontecer.”

Com a responsabilidade de grande aposta, é cobrado desses talentos mais estudos e cuidados com a imagem: “Gosto de trabalhar a pedra a ser lapidada. Quando criança, eu sempre quis ser artista, mas devido às dificuldades da época, nunca tive oportunidades, tudo era muito difícil, e não tínhamos acesso às informações.  Em toda a minha infância, eu queria entrar dentro do aparelho de TV preto e branco, para ver se o que tinha dentro daquela caixa, era real. Hoje, eu realize sonhos, e na verdade são os meus sonhos de infância,  sinto essa criança interior dos anos 80, em cada talento que vai se destacando. Cada talento que se destaca, possui a minha identidade, o meu desejo.”

Para quem está começando

Anderson ministra cursos e workshops por todo o Brasil, em parceria com o preparador de atores e diretor Ricardo Connti e fonoaudiólogas. Em Minas, a sua parceria é a experiente Ana Maria Parizzi. Mas para quem não teve acesso a esse conteúdo o agente dá algumas dicas para começar e encontrar boas oportunidades.

“As pessoas diferenciadas não precisam de muito para se destacar. Elas brilham por si só, em qualquer situação. Hoje a teledramaturgia brasileira mudou muito. Beleza não é sinônimo de sucesso algum e cada vez mais, o mercado busca pessoas com uma boa preparação. Tem que ter segurança, profundidade e naturalidade para interpretar. Cada vez mais, as grandes emissoras de TV e as produtoras de cinema, dão oportunidades às pessoas sem experiência, mas que possuem um talento que elas nem imaginam. Todo o brilho é de dentro pra fora. Se a pessoa reconhece isso, é sucesso na certa.”

Sobre o momento presente diante da Pandemia e o futuro

Com a pandemia da Covid, vários trabalhos, de todos os setores foram adiados. E com AndersonA agência estava com muitos testes agendados, mas diante da situação atual, tivemos que interromper por enquanto.

“Todo o mercado do audiovisual está mudando e ao invés de testes presenciais, foram aderidas as “self tapes” (gravações em casa com celular). Estamos ajustando uma nova forma para trabalhar para serem adaptadas com o momento atual. Neste ano não tivemos as tradicionais campanhas de dia das mães nem as campanhas outono-inverno, mas aos poucos, o mercado está retomando as suas atividades, com as devidas precauções e mudanças necessárias.”

“Diante da pandemia, abracei algumas causas como uma forma de gratidão ao que a vida tem me proporcionado, onde além de abraçar causas no Rio de Janeiro, me uni a alguns agenciados de BH, colaborando em coletivos de comunidades em doações de cestas básicas, produtos de higiene e máscaras.

“Neste momento atual, fui convidado por Nilton Matos, mineiro de BH (gestor cultural e instrutor de passarela, que desenvolve projetos incríveis de causas humanitárias e um trabalho com talentos de todas as idades, a serem encaminhados ao mercado nacional e internacional, gerando oportunidades para o público mineiro), e comecei a desenvolver um projeto que será lançado em Belo Horizonte, onde ministrarei um dia de palestras, contando a minha história de vida, e recebendo alguns convidados mineiros, abordando assuntos relacionados, como resignificação, resiliência, gratidão e disciplina como ferramentas para gerar mudanças de comportamento e realizações de desejos. Um conteúdo voltado para todas as pessoas, principalmente para aqueles que possuem o sonho de ingressar na carreira artística, e não possui oportunidades e não sabem por onde começar. O projeto será para aqueles que, como eu, tinham o mesmo desejo de infância, e que com a persistência conseguiu virar a chave e conquistar o sucesso.”

E Cassimiro ainda completa:

“Esta pandemia, que veio para dar uma freada, me levou a refletir também nas minhas mudanças de comportamentos, e comecei a rascunhar um pouco do que vivi quando morava em BH. A minha história de superação é motivadora e me leva a ter orgulho e respeito por tudo o que vivi.

Estou confiante”, almeja, e descreve sua motivação: e traz a consistência necessária para o meu trabalho. Penso também que, em alguns momentos, contribuo na promoção da dignidade das pessoas, no regaste com o outro. Muitas me agradecem, contando que o fato de apenas serem chamadas para um teste, ou serem fotografadas, se sentem mais valorizadas. Esse reconhecimento, esse brilho no olhar, não tem preço”.

 

VivaOnline

Matérias Relacionadas