• Grande BH, 11 de Dezembro de 2017
  • 01:59h
  • Siga:

Página PrincipalA Revista Cadernos ARTE E CULTURA Um talento da Grande BH

Um talento da Grande BH

Edição 13 27/12/2016 ARTE E CULTURA

Henrique-Sena-pag52.jpg

 Redação Décius Diniz | Fotografia: Divulgação do artista

 O sertanejo, gênero que mais movimenta dinheiro no mercado fonográfico brasileiro hoje, parece ter encontrado um bom celeiro de artistas em Minas Gerais. O estado, que revelou nomes como Eduardo Costa, Gustavo Lima e Paula Fernandes faz da proximidade com Goiás, o maior centro do estilo, uma catapulta para alavancar talentos. Ibirité, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, parece estar perto de lançar mais um: Henrique Sena.

Nascido em no dia 20 de dezembro de 1994, Guilherme Henrique Aguiar de Oliveira, o Henrique Sena, curiosamente, começou sua carreira no funk. O estilo simples , direto e prático, com letras de fácil assimilação, logo atraiu o jovem cantor. A contragosto do pai, Sebastião Carvalho de Oliveira, que não gostava nada daquilo e sempre tentava persuadi-lo de que outros gêneros musicais eram possíveis. “Meu pai nunca me apoiou no funk, mas vendo que eu tinha uma vontade maior de tocar violão. Aí me perguntou por que eu não tocava sertanejo”  conta.

Aprendendo rápido

A carreira de Henrique Sena no sertanejo é tributária em grande medida dos esforços de seu pai, Sebastião Carvalho de Oliveira. Foi ele que pagou as primeiras aulas de música para o cantor e também seu primeiro CD, que não foi divulgado até hoje. “ Meu pai é pedreiro e gastou dez mil reais paraque eu gravasse um CD de dez faixas. Mas como a produtora não se importou muito com a qualidade, o álbum ficou ruim e eu não deixei que meu pai o divulgasse. Apesar da situação, meu pai seguiu dizendo para que eu não desistisse. E foi aí que eu gravei meu primeiro videoclipe, que teve muito sucesso na internet” revela Henrique Sena.

Duas semanas. Esse foi o tempo que HenriqueSena levou para decidir que queria abandonar o funk para investir num tipo novo de música, o sertanejo universitário. O funk, deixado para trás, não faz falta para o músico. “Não me arrependo nem um pouco de ter abandonado o funk” confessou.

Música como ofício

Tendo como referências, além dos fenômenos Gustavo Lima e Henrique & Juliano, clássicos como Tião Carreiro, Trio Parada Dura e Milionário & José Rico, Henrique Sena conta que seu percurso no gênero, apesar da pouca idade, foi bastante variado, tendo passado por duplas, bandas e carreira solo, como agora. “Gosto muito de Gustavo Lima e Henrique e Juliano, mas também aprecio músicos antigos, como Fátima Leão, e até mesmo alguns de um gênero um pouco diferente do universitário, como o Eduardo Costa” comenta.

Henrique-Sena-pag54.jpg

As referências de Henrique Sena, contudo, não vêm apenas da música. O segundo nome, segundo ele,veio de uma parceria do amigo e empresário Marcelo Sena, e também foi inspirado no piloto de Formula 1, Ayrton Senna, que foi um de seus ídolos de infância. “Ayrton Senna inspirou muita gente com seu exemplo de superação e sucesso.” explica.

Versátil e multitalentos, Henrique Sena não é apenas cantor. Das doze músicas de seu novo álbum, nove são puramente autorais, com composição e interpretação próprias. Autor de aproximadamente sessenta canções, o músico começou a escrever quando tinha apenas onze anos de idade. “Meu novo CD, Mulher Cachaça e Dinheiro,vai ser lançado agora e tem muitas músicas autorais, além de duas canções de artistas renomados”avisa.

Tal combinação de talentos levou Henrique Sena a uma carreira bastante promissora. Hoje, o cantor tem uma agenda cheia, que inclui vários shows em Minas Gerais, mas também fora do estado, inclusive em grandes centros de difusão da música sertaneja, como Goiânia.

De olho no futuro

Uma boa parte do sucesso do cantor se deve, além do talento, às estratégias de divulgação que resolveu adotar. Seu primeiro videoclipe, feito em parceria com amigos da época do funk e do próprio pai foi o início de uma divulgação que começou a se consolidar na internet. Hoje, com um canal próprio no YouTube, além de contas bem visualizadas em plataformas como o SoundCloud e o PalcoMP3, ele conta que já superou a casa das 100 mil visualizações logo no primeiro de  seus vídeos, o clipe da música “Tome Crau”, gravado em parceria com amigos.

O meio digital é uma aposta forte do cantor, que disponibiliza suas músicas em mp3 no SoundCloud e no PalcoMP3 sem custos para quem as baixa. Ele acredita que,  hoje, vender CDs não é mais uma estratégia lucrativa para cantores, sendo mais importante obter visibilidade e reconhecimento nos meios possíveis, como internet, jornais, revistas e mesmo no boca a boca, de forma a conquistar cada vez mais apreciadores e poder realizar cada vez mais shows.“ O CD físico não dá retorno financeiro. O que realmente sustenta o trabalho do músico são os fãs, que comparecem aos shows” comenta o cantor.

Em um momento de franca ascensão, Henrique- Sena não tem a menor intenção de parar. Ciente do próprio talento e dos desafios que precisa vencer para fazê-lo valer, o cantor não hesita em dizer queseu objetivo maior hoje é poder fazer um show na festa do peão em Barretos, São Paulo. “É o grande sonho de todo cantor sertanejo, né? Um dia, se Deus permitir, chego lá.”

 Henrique-Sena-pag55.jpg

Contatos para Shows: 55 31 99129-2364 | Facebook/cantorhenriquesena

 

Voltar para Cadernos

  • Compartilhar:

Última Edição

Edição 14

Maio de 2017

Confira

Colunistas

SARAH PARDINI

Feminilidade

OHARA RAAD

Beleza e Estética

ALAIZE REIS

Engenharia Civil

RONAN GOMES

Língua Portuguesa

LINDOMAR GOMES

Direitos e Cidadania

Viva Grande BH

Rua Getúlio Vargas, 33 Bairro JK - Contagem, MG CEP 32.310-150

Contato

  • Redação: 31 2567.3756
  • Comercial: 31 2564.3755 | 3356.3865

Siga:

Assine nossa Newsletter:

(c) 2009-2010 Todos os direitos reservados. Confira nossas políticas de privacidade.

,